24 de setembro de 2008

.


Um olhar bastou. Não sei se foram mesmo os olhos que se encontraram, os dedos que se cruzaram ou as palavras que se seduziram entre si. É isso! Talvez seja um simples jogo de sedução. Um atirar de palavras doces. E um retribuir. Aqui e ali o sabor agre da distância. Que impossível jogo onde os dados não rolam. Jogo de dados inexistentes. Torna-se um jogo sem possibilidades? Eu olho-te... como? Tu sentes-me... a mesma pergunta! E as palavras continuam a luta. São elas que vão mantendo acessa a chama. Magoam. Curam. Mentem. Omitem. Calam. Fico sem saber se o amor existe. O amor que um olhar parecia ter bastado e que as palavras alimentaram. Fico sem saber onde estás. Em que tempo? Em que espaço? Pergunto-me se coincidiremos na história. No fundo eu só queria existir no teu espaço. Ter um papel. Deitar-me contigo... e, muito mais que isso, deixar-me adormecer a teu lado noite após noite.

.




.

16 comentários:

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

A dúvida dói...
Não saber do outro, de si, dos dois... Por que não um?
Que sejam dois rios inteiros... sem direção!
beijos e borboleteios

Maria disse...

Ousa pedir sempre o impossível...
... se calhar é esta ousadia que me (nos) mantém viva(s)...

Um beijo, em azul

Avid disse...

Duvidas crueis...mas, necessarias.
Bjs meus

Apenas eu disse...

Azulinha :)
Li o comentário da Maria e fiquei quase sem palavras, mas percebi bem, faz o que Ela diz...
Ousa pedir o impossível...

Porque para o possível estamos cá nós, sempre para Ti.

beijos em tons de azul (hoje pode ser azul clarinho, acordei um bocadito melhor...)

mfc disse...

As coisas simples nem sempre são as mais fáceis de conseguir!
O homem complica tudo.

Carla Sofia disse...

A ausência ou a distância pode ajudar a reforçar o sentimento...
beijinhos

Dawa disse...

Deve ter sido forte mesmo, pois até a flor passou a roxo e não azul... Tudo passa! Sempre passa!
Beijinhos cheios de força!

Ana disse...

A sedução das palavras seduzindo quem lê.
O amor existe, mesmo sem tempo nem espaço, e por vezes magoa.
Um beijo.

Marinha de Allegue disse...

A eterna sedución...

Unha aperta.
:)

Bill Stein Husenbar disse...

É o impossível que mantém a raça humana viva. Alcançar o impossível.

http://desabafos-solitarios.blogspot.com/

madame CóCó chinelo disse...

não tem nada de mal, é apenas inspirado num livro de baudelaire...


o teu post está lindissimo como sempre

madame CóCó chinelo disse...

obrigada por me desejares bem...


acredito, aceito e agradeço.´

é apenas uma experiencia de + um blog direccionado...

beijos

hfm disse...

Belo.

andorinha disse...

"São as palavras que vão mantendo acesa a chama."

A força das palavras é incalculável.
Um beijo.

Ana Paula disse...

O amor existe. Sem dúvida. Mas raro é como o imaginamos.

Um abraço com muito azul, deste tão belo que sempre nos consegues oferecer! :)

em azul disse...

Beijinhos a todos
em azul

Seguidores

Arquivo