27 de janeiro de 2009

.

Fiquei engasgada nas tuas lágrimas. As que não soltas, que não libertas. Também elas estão presas num prisão sem grades. Também elas clamam liberdade. Elas que vêem a luz na noite, o cinzento acompanhado de Sol. Elas que querem chorar a partida dos barcos no cais, o vazio do quarto. Elas que não se enganam. Porque não as choras?
.
.
.
.
.
.

10 comentários:

CarlaSofia disse...

Por vezes é mesmo necessário deixar fluir essas lágrimas...
libertar essas emoções contidas
deixo aqui um beijinho de LUZ

Secret disse...

chorei uma que me saltou, antes de dar por isso... há delas que têm vontade própria! Ou então há que por magia as faça soltar...

Marinha de Allegue disse...

Soltala emoción sánanos!!

Unha aperta grande em azul.
:)

Incapaz disse...

Ultimamente tenho chorado com uma facilidade...

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

Duas gotas lacrimejam pelo meu quarto...

beijos e borboleteios

mfc disse...

Ó chorar partilhado une mais quem se deseja.
Linda forma de perceber onde e como se faz cimentando a união de duas pessoas.

DarkViolet disse...

As lágrimas são a essência da Alma, quando correm podem ser armazenadas no secretos baús da melancolia, da saudade, do banquete da vida...

Ana Paula disse...

Por vezes, é mesmo difícil chorar. Porque as lágrimas podem ser libertação, o que nem sempre é fácil. Também pode ser difícil admitir o desejo das nossas próprias lágrimas.

Tal como o disseste, poeticamente e tão bem :)

Bj!

Só Eu disse...

Mas eu choro. E choro lágrimas com palavras dentro.
Gosto muito de vir aqui embebedar-me de azul.
Beijinhos com ternura
Ricardo

AnaMar (pseudónimo) disse...

Esgotei as lágrimas...
Um beijo

Seguidores

Arquivo