23 de janeiro de 2009

.
Na noite te encontro entre o brilho das estrelas. Sopro-te
ao ouvido palavras saídas do calor do meu sangue.
Palavras aquecidas pelo bater do coração. Encosta
a tua mão ao meu peito e ouve o que te dizem.
Num bater rápido, num bater forte... um bater que salta no olhar. Encosta
a tua mão ao meu peito e sente onde o meu amor nos vai levar.
.
.

6 comentários:

•.¸¸.ஐBruneLLa Tigress disse...

Lindo*-*
Simplesmente lindo demais!
beijos e borboleteios

CarlaSofia disse...

Palavras sentidas.
Deixo aqui um beijinho de LUZ

Fernanda disse...

As tuas palavras,...são relaxantes, são musicais,...são um mar,...sem ventos e sem ondas...
Apenas AZUL.


UM BOM FIM DE SEMANA

mfc disse...

O aconchego dos dois corpos é sempre necessário... e bonito.

Só Eu disse...

Escrevo-te uma canção para escorrer no teu peito. E assim, como paleta de cores quentes, molho a minha pena, num poema para te oferecer, embrulhado na ilusão de que estejas ao pé de mim quando o horizonte der lugar ao negrume da noite.
Beijinhos

As Chamas do Fénix disse...

O somatório de corpo, alma e coração resulta neste hino ao amor...bravo

Uma grande chama para ti... beijos

Seguidores

Arquivo