28 de outubro de 2008


.

Leva tudo o que é teu. O cheiro, o jeito, a ternura,.. Não me deixes nada! E o que não quiseres levar deixa no lixo. Que não fique o toalhão molhado sobre a cama. Que não fique um único fio de cabelo nos lençóis. Que não fique uma única palavra perdida pela casa. Leva-as todas! Já não sei distinguir o que é falso do resto. Já nem me importa tentar fazê-lo. Leva tudo! Abrirei as janelas à tua saída para que a casa se liberte de ti. As paredes pediam-me para te calar a voz. As flores murchavam mais depressa na tua presença. A casa, agora minha, ficará alegre. Soprará um vento de fidelidade por baixo das portas. O sol deixará de ter receio de aquecer o quarto. A lua trespassará de novo as cortinas da sala. E a felicidade voltará aos meus braços. Por isso, leva tudo, não te esqueças de nada!


.

17 comentários:

mfc disse...

Há momentos de fúria. Há momentos de corte.
... mas também há momentos de reconciliação.

andorinha disse...

Por vezes, é preciso arejar a casa, libertar a alma.
Um beijo.

Maria disse...

… e uma raiva a crescer-te nos dentes…

És tu que tens de pôr tudo no lixo, se é o que queres.
És tu que tens de tirar o toalhão de cima da cama, se isso te incomoda.
És tu que apagarás todas as palavras e pintarás as paredes de outras cores. Para apagares a minha voz.
Abre as janelas, para que entre o ar fresco da noite. Sabes que gosto do ar fresco. Sabes que deixo sempre o toalhão em cima da cama.
Trouxe quase tudo. Mas eu fiquei. E deixei uma garrafa de vinho, das nossas. Porque um dia, quando eu voltar, quero ter desse vinho, sangue meu, para beber. Contigo. Na taça de todos os corpos. Na noite de todos os amantes. No dia em que eu voltar…

Um beijo, sempre em azul
(Acho que me passei, que voei, desculpa…)

em azul disse...

E que belo voo, Maria.
Tu, de uma ilha, voas mais que nós... se o mar está bravo vai-se pelo ar!
Adorei, posta na tua ilha.


ps - a raiva não me cresce nos dentes... ou talvez, quem sabe?

Beijo

MPereira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mié disse...

dei-te quase tudo

e quase tudo foi demais

leva agora os teus sinais...

As tuas palavras de rasgão magoado

lembraram-me esta música,sorry

Como diz e muito bem o mfc

há momentos de fúria, mas também de reconciliação.

necessário é perdoar, se houver lugar para ele.

e que grande voo o da ilha...gostei :)


deixo-te um beijo

enorme

azul da cor do mar

•.¸¸.ஐBruneLLa Wyvern disse...

Que a felicidade volte e seja logo!
beijos e borboleteios!

Carla disse...

liberdade do que nos oprime...das palavras que magoam, das acções que atraiçoam
vesti as tuas palavras...mais uma vez
beijos

Carla Sofia disse...

Há cerca de 6 anos passei exactamente por isso....
beijinhos

Waft disse...

Se fosse fácil passar do desejo à felicidade eu teria sido feliz.

Boa sorte. O que quer que isso queira dizer.

AnaMar disse...

E a música? Fica contigo?
E que farás com as memórias no silêncio das vozes ausentes?

Mas se é o que queres...

Beijossssssssssssssssssssss

rosa dourada/ondina azul disse...

Como em qualquer partida, há um momento de dor.

Amiga, de janelas abertas,
respira fundo ,
uma onda de renovação
entrará calmamente,
porta dentro !

beijo com carinho
nesta hora difícil,

LetrasAlinhadas disse...

Ufff....muito incisivo, muito mesmo.
Acutilante
Mordaz
Se querias atinjir algúem...conseguiste. Gostei, gosto assim.

Flamenguista Roxo disse...

Acho melhor você reatar com seu namorado, isto é coisa de momento...passa.
Um beijo e uma boa semana,

Amita disse...

No calor do dia... apesar da frio e da chuva que cai.
Há momentos assim, de uma espontaneidade intensa. Entre o ir e o voltar há sempre uma palavra suspensa "virtualmente em azul".
Um bjinho

em azul disse...

mfc
Reconciliação é uma palavra doce... existem esses momentos, sim!

andorinha
E de liberdade vive o amor!

mpereira
outro beijo e obrigada.

mié
Em certos momentos achamos sempre que demos demais... a verdade é que o amor é uma fonte inesgotável... renova-se, renova-nos...

brunella
Vai ser logo!

carla
Tantas vezes andamos vestidas de igual, não é?

carla sofia
Espero que esteja ultrapassado!

walf
Bem-vindo!

anamar
A música? Andará sempre pelo ar!

rosa...
Obrigada pelas palavras.

letrasalinhadas
Obrigada, mas não era essa a...

flamenguista
Também acho!

amita
Quantas palavras suspensas se engolem?


Obrigada a todos por aqui passarem
Deixo o meu beijo azul

Verónica disse...

Gostei muito do texto! Muito bem escrito!
Que determinação,que coragem,que segurança!
Libertar-se e libertar o outro!
óptimo!
Mas e as recordações? como apagá-las?

Seguidores

Arquivo