24 de março de 2009

.

Hoje... ocorreu-me falar de amor. Hoje?! (risos) Alguém me disse que não sei dizer outra coisa. Que gasto as palavras de amor de tanto as escrever! (mais risos) Podem explicar-me como se abusa de amor? Não com se abusa do amor... como se abusa de amor?
Não consigo imaginar certas palavras, gastas. Usadas, sim! Exaustas, também! Mas há palavras que nunca sucumbirão pelo uso ou entrarão em desuso. (marota gargalhada) Como os gestos não podem parar. Como o amor não pode deixar de ser explorado. Explorar o amor?!
Realmente há palavras que estragam tudo! (gargalhadas) E disse eu que me ocorreu falar de amor. (desisto... e a ele me entrego de sorriso nos lábios).






.

9 comentários:

ADiniz disse...

Amor é como adubo, quanto melhor a qualidade,maior o sentimento, e se sempre adubado, maior, mais forte, mais vivo e reverbera com maior intensidade, como um Eucalipto.
Então use, fala, escreva, pinte, lambuse-se do Amor de todas as formas.

Bjs uma ótima semana.

carlosré disse...

E o que ele te diz?

Carla disse...

e de sorriso nos lábios fico com este amor em sorrisos que aqui ofereceste
...há palavras que nunca se gastam e as tuas certamente serão eternas
saio com um sorriso
deixo-te um beijo

clic disse...

"Abusar" e "sorrisos", a mim parece-me bem! :)

mateo disse...

Eros e os erros sempre me disseram para abusar a dois do amor.
Beijo a sorrir.

CarlaSofia disse...

o AMOR é tudo
beijinhos cósmicos

Pedrasnuas disse...

Muito Romântica!!!

Beijo

mfc disse...

Falado, sentido, estrénuo, imaginado, saboreado, tacteado, idealizado, olhado, sussurrado, respirado, cúmplice, compacto, vislumbrado... O Amor consome-nos lânguidamente.

Só Eu disse...

O amor não cabe, nunca, dentro das palavras. Faltam sempre palavras...
Sobra sempre o amor...
Beijinhos
Ricardo

Seguidores

Arquivo